Caso Yasmim: Casa de pedreiro procurado pela polícia é saqueada e depredada

Após a polícia encontrar um corpo enterrado no interior de uma residência em construção, no bairro da Redinha, na manhã desta terça-feira (24), os moradores da rua 10, o mesmo endereço da estudante Yasmim Lorena, desaparecida desde o dia 28 de Março, saquearam e depredaram a casa do responsável pela obra. O pedreiro, que não teve o nome revelado está sendo procurado.

Revoltados os vizinhos da menina desaparecida acreditam que o suspeito matou e enterrou Yasmin no próprio local que trabalhava e ocultou a verdade durante todos esses dias. “Ele participava das campanhas e das buscas pela menina, chegou até a dar entrevista em um canal de TV”, disse a dona de casa Edilene Maria.

Mesmo diante das evidências de que o corpo encontrado é de Yasmin Lorena a Delegada Dulcinéia Costa aguarda exames do ITEP para constatar o fato. Em uma coletiva de imprensa a presidente do inquérito que investiga o desaparecimento de Yasmin afirmou que um homem está preso a disposição da Polícia Civil.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *